Que venha a vida nova

 

Que a esperança se realize.
Que a violência pereça e o amor floresça.
Que a vida seja plenitude.
Não para uns poucos, mas para todos.
Que vivamos com paixão. Mas sem jamais perder a compaixão pelos mais necessitados. Pelos que sofrem. Pelos que se perderam no caminho, por frágeis.
Sim, é necessário, essencial, que olhemos para a frente. Mas não nos esqueçamos jamais de também olhar para os lados… Se houver uma mão estendida clamando ajuda, agarre-a. E siga. O caminho se percorre amando.
Mais nós, menos eu. A única maneira de ser feliz é ser inteiro, pleno, integral!
Que venha a vida nova… O ano não importa se velho ou novo.

Paixão ardente

quero aconchegar-me 

bem de mansinho
em teu colo quente
feito criança carente
e adormecer placidamente
ao ninar de teus cafunés dolentes

e quando acordar
serei paixão ardente
ávido de teu corpo
e ferverei em ti
que entregará-se docilmente
ao furor de nosso desejo

beijará meu corpo suado
sentirás minha língua
mordiscando tua orelha
[ sussurros obscenos ]
tuas unhas cravadas em meu ombro
o corpo trêmulo do gozo que vem…

 

Iniciando uma nova etapa

Iniciando um novo blog, agora na plataforma WordPress, que tem mais recursos que o Blogger. O resto continua como dantes: a paixão pelo Botafogo, a genialidade, a gostosura, a beleza, tudo o que compõe a personalidade incomparável deste lindo mas humildoso Barão de General Severiano. Aos poucos vou acrescentando algumas coisas ao novo blog.

Não posso deixar de agradecer minha querida amiga, Clara Gurgel, que foi quem fez este novo espaço. Muito Obrigado, Clarinha!

E vamos ao que interessa… Ah, mais tarde que agora tô com preguiça e sem saco de escrever. Saco.