Pai de santo do Congresso diz que 2016 será o ano da besta

Congresso tem pai de santo de estimação

Pois é, além de canalhas e corruptos em profusão, o Congresso Nacional tem também um pai de santo de estimação, o  pai Uzêda (Roberval Uzêda), que frequenta o ambiente carregado de maus espíritos faz dez anos.

Em suas previsões (pais de santo acertam mais seus chutes que seus primos-irmãos, os economistas) o Uzêda afirmou que 2016 será o ano da besta.

Bão!… Essa até eu, afinal nos últimos anos todo ano tem… Deixa pra lá.

A notícia está UOL- Blog da Esplanada

Anúncios

Pai de santo culpa espírito tarado por estupros que cometeu

Pai de santo culpa espírito tarado pelos estupros que cometia

Um pai de santo, Roberto Pedroso da Silva, foi preso em Itupeva (SP) acusado de  ter estuprado e engravidado uma jovem de 14 anos. Roberto ainda é suspeito de ter cometido mais 5 estupros em seu centro espiritual

Em sua defesa o pai de santo alega que não se lembra de nada (não, não sei se ele é parente do Lulinha) e que quem cometeu os estupros foi um espírito tarado que se incorporava nele.

Só falta agora o advogado do Roberto pedir um exame de DNA pra ver se a mocinha foi estuprada pelo pai de santo ou pelo tal espírito tarado.

Como no Brasil tudo é possível, principalmente o impossível, não duvido nada que o exame inocente o Roberto e culpe o espírito.

Ah, tô com preguiça de escrever, se quiserem ler coisas mais úteis vão procurar as abobrinhas do Paulo Coelho para atrofiarem seus neurônios com aquelas estorinhas cheia de viadagens daqueles sufis e magos babacas e chatos pra caralho!

Meu espírito de porco limpo- tomo 2 banhos todo santo ou ateu dia- tá pedindo uma rede. Fui…

A notícia sobre a prisão do pai de santo safado tá no G1- Pai de santo preso por estupro culpa espírito pelo crime, diz investigador

 

Mulher processa pai de santo que baixou orixá errado nela

Mulher recebe santo errado

É cada uma que parece mil…

Rir é o que ainda me salva neste corrupto Brasil.

Vejam os senhores que uma madama adentrou uma delegacia de “puliça” em Campinas para processar um pai de santo que, segundo ela, cobrou-lhe a módica quantia de R$ 8 mil para baixar um santo nela, e baixou… mas o orixá errado.

Ela queria Oxum, mas recebeu um genérico qualquer, muito provavelmente um santo paraguaio, e começou a passar mal com o orixá falso.

Desculpem mas vou parar por aqui, não consigo parar de rir…

Fiquem com o hilário Boletim de Ocorrência registrado na delegacia:

‘Comparece nesta unidade policial a vítima relatando que é da religião candomblé e que na data dos fatos pagou R$ 8 mil a um pai de santo para “realizar o santo”. 
Após a vítima raspar os cabelos da cabeça, num ritual conhecido como “buri” mas o “oro” quem fez os trabalhos foi o “pai pequeno da casa”.
Após alguns dias, a vítima passou mal porque foi feito “santo errado”, ou seja, estava com o “kelê”.
Depois a vítima procurou outro pai de santo que falou que era “kiliza” de santo porque foi feito de “yemanja ogunté” quando o certo era “oxun”.
A vítima buscou outro pai de santo e foi informada que foi colocado santo incompatível com “ori” dela.
Vítima inconformada pois o santo não veio até o presente momento, motivo pelo qual procurou esta unidade policial.
Todos os termos entre aspas são desconhecidos pelo elaborador deste RDO que não encontrou termos mais compreensíveis, haja vista a pecularidade da ocorrência. sem mais’.  
A hilária notícia está no Correio Popular