O Botafogo não é para os óbvios. Estes seguem manadas ou bandos. Guiam-se pela obtusidade mental das maiorias ignaras.
O Botafogo é de Lúcio Rangel, o jornalista que um dia afirmou que não gostava de futebol, mas do Botafogo; de Heleno de Freitas que dizia que não era jogador de futebol, mas jogador do Botafogo; da garotinha que um dia me disse “eu torço para o Botafogo porque aquela estrelinha é linda”.

E que outro clube, que não o Botafogo, tem um ditado popular gravado na memória coletiva do povo brasileiro? Só o Botafogo, claro. Por isso é que “há coisas que só acontecem ao Botafogo.”

Enfim, o futebol é só uma desculpa que nós, alvinegros, usamos para ser Botafogo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s