Nós, brasileiros, somos mesmo foda!
Inventamos o governo de esquerda à direita.
O ministro da Fazenda do governo dito de esquerda é empregado do 2º maior banco privado do país, o Bradesco. Isso porque o presidente do banco não quis o cargo e designou seu subalterno, Joaquim Levy, para ser o ministro.
A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, a mais nova amiga de infância de Tia Dilma Sapiens, é a principal representante do agronegócio no país- e, se bobear, está à direita da revista Veja.
O principal líder desse governo dito de esquerda, Lula,  andou viajando o mundo dando “palestras” regiamente pagas por grandes empreiteiros- que estão todos em cana por terem roubado bilhões dos cofres públicos. Alguém consegue imaginar o José Mujica, ex-presidente do Uruguai, viajando em aviões de empreiteiras e dando palestras pagas por elas?
Isso é como o velho ditado que diz que à mulher de César não basta ser honesta, ela tem de parecer honesta.
Mas eu também não sei de nada, não vi nada, tô por fora… Sou apenas um burrinho sapiens que vai ser taxado de reacionário pelos revolucionários do governo de esquerda à direita da Veja.
O resultado dessa mixórdia, que mistura discurso de esquerda, ações de direita e populismo barato (caro, em verdade) deu nessa zona que estamos vendo hoje. É a volta do Samba do Crioulo Doido, criação do genial Stanislaw Ponte, que hoje teria de ser rebatizado com o pomposo nome de “Samba do Cidadão Afrodescendente com Problemas Mentais”.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s