quero aconchegar-me 

bem de mansinho
em teu colo quente
feito criança carente
e adormecer placidamente
ao ninar de teus cafunés dolentes

e quando acordar
serei paixão ardente
ávido de teu corpo
e ferverei em ti
que entregará-se docilmente
ao furor de nosso desejo

beijará meu corpo suado
sentirás minha língua
mordiscando tua orelha
[ sussurros obscenos ]
tuas unhas cravadas em meu ombro
o corpo trêmulo do gozo que vem…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s