Resumindo a bagaça

Se o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fosse negro e pobre tudo estava resolvido: ele estaria preso e sendo torturado; se sobrevivesse às torturas seria jogado em uma cela fétida com centenas de outros infelizes.

Mas como é ladrão rico, branco e poderoso fica-se nessa veadagem toda, e somos obrigados a suportar um ladrão exercendo um dos cargos mais importantes da República.

Ah, só pra lembrar:  existem hoje no Brasil quase 250 mil pessoas presas sem julgamento ou que já cumpriram suas penas e continuam detidas por falta de quem olhe por elas como seres humanos, e não como lixo.

Lixo de verdade são esses canalhas que roubam milhões de dinheiro público e, com o dinheiro roubado do povo, pagam os melhores advogados para defendê-los.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s