O único clube genuinamente carioca entre os grandes do Rio  é o Botafogo.
Eu explico o motivo de minha assertiva: o Flor foi fundado por ingleses e seus descendentes e acha que é inglês até no nome: Fluminense Football Club; o Invencível Mengão é meio argentino, pelo egocentrismo e mania de grandeza de seus pacatos e ordeiros torcedores, e meio chinês, são todos iguais repetindo aquelas musiquinhas chatas que só rimam ÃO com ÃO  e ainda acham que quantidade é qualidade; o Vasco, bem o nome já revela suas origens: homenagem a Vasco da Gama, grande navegador lusitano e Vice-Rei das Índias Portuguesas. É vice de nascença, o simpático e “cheiroso” Bacalhau.
Sobra o Botafogo, o único carioca da gema, do bairro de Machado de Assis, o maior de nossos escritores; de João do Rio , o mais carioca dos cronistas do Rio; além de Vinicius de Moraes, o mais carioca dos poetas brasileiros e outro ilustre torcedor do Glorioso.

Não à toa o incomparável Mané Garrincha, que pela alegria e irreverência com que jogava foi  o mais carioca de nossos craques, surgiu no Botafogo.

O Botafogo, senhores, como um bom malandro carioca, não é para os óbvios, para os que seguem manadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s