A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa.

 MARX, K., Dezoito Brumário de Louis Bonaparte, 1852.

Ao contrário do que diz Marx, no Brasil a História começou com a farsa do “descobrimento” e continua como uma grande tragicomédia sem fim…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s